Imprensa

Dani Black, paulista, nasceu em 1987.

Nominado recentemente a dois Latin Grammy, o artista é reconhecido hoje como um importante nome da nova geração da MPB.

Já foi citado como destaque da música brasileira em entrevistas de grandes nomes como Milton Nascimento, Djavan, Chico César, Lenine, Zélia Duncan, Moska, Ney Matogrosso, entre outros.

Foi eleito pela Billboard Brasil o Artista revelação de 2011.

Foi premiado em diversos festivais de composição pelo Brasil.

Participou da gravação do DVD de Maria Gadú interpretando em dueto sua música “Aurora”.

Participou do DVD “Aos vivos agora” de Chico César, chamando atenção como intérprete e guitarrista virtuoso. Dani fez ao lado de Chico, como participação especial, a turnê de divulgação do DVD “Aos vivos agora”, que circulou pelo Brasil, Europa e Argentina.

Lançou o seu primeiro disco “Dani Black” no segundo semestre de 2011. A produção e arranjos do disco são assinadas por Marcelo Mariano, Luís Paulo Serafim e pelo maestro Paulo Calasans. A parte visual conta com obras do artista plástico Flávio Rossi. E a capa é do lendário fotógrafo Tripolli.

Fez shows de lançamento do primeiro disco em diversas capitais do Brasil e em Portugal foi artista convidado do festival de World Music “Vodafone Mexfest”.

Como compositor é um dos mais gravados de sua geração. Tendo musicas na voz de artistas como Maria Gadú, 5 a seco, Pedro Mariano, Ney Matogrosso, Elba Rabalho, entre outros.

É interpretado por Ney Matogrosso no novo show do artista. A música de Dani Black “Oração” também inspira o nome da nova turnê de Ney, “Atento aos sinais”.

Fez a trilha sonora da peça “Uma noite na lua” de João Falcão, estrelada por Gregório Duvivier e eleita uma das 10 melhores em cartaz no Rio de Janeiro.

Lançou gratuitamente em seu site um compacto de 8 faixas, gravado ao vivo, intitulado “EP dani black aovivo SP”. Em poucos dias o trabalho teve milhares de downloads.

Em 2015/2016 lançou seu aguardado segundo álbum de estúdio intitulado “Dilúvio”. A turnê do álbum segue em movimento com mais de 100 apresentações, tendo passado pelos quatro cantos do Brasil e também por Portugal, Uruguai e Argentina.

O disco “Dilúvio” foi finalista na categoria de “Melhor Álbum POP” no “Prêmio da Música Brasileira”, o mais aclamado prêmio de música do país.

Também foi contemplado com duas nominações ao Latin Grammy. Dilúvio” foi indicado a “Melhor Álbum de Música Popular Brasileira” e sua canção “Maior”, que conta com a participação de Milton Nascimento, recebeu a indicação de “Melhor Música em Língua Portuguesa” e pôde ser ouvida em todo Brasil com grande destaque na trilha sonora da novela “A Lei do Amor” da Rede Globo.

Além de “Maior” em “A Lei do Amor”, suas músicas já fizeram parte da trilha musical de outras novelas da Rede Globo. “Miragem” integrou a trilha de “Flor do Caribe” e “Deixar o Barco Ir” integrou a trilha de “7 Vidas”.

Em 2017, convidado pelo Canal BIS a homenagear um de seus grandes ídolos musicais, Dani buscou no trabalho de Djavan as canções mais sensíveis a sua própria arte. E como um bom compositor e instrumentista deu sua tonalidade e cor na forma de recriá-las para o programa “Versões”, explorando esta rica experiência artística com toda sua personalidade musical e interpretativa.

Em novembro Dani lançou seu novo single, “A Vida É Cheia Dessas Coisas”, que já conta com milhares de visualizações nas plataformas digitais e está sendo tocada em rádios por todo o país e também na trilha da novela “Tempo de Amar” da Rede Globo.

Atualmente Dani se prepara pra gravar o aguardado terceiro albúm de estúdio, que será lançado em 2018.

 

Clique aqui para baixar o Press Kit Dilúvio.